João Paulo Sousa


Mérito do trabalho em equipa

João Paulo Sousa cresce no seio de uma família ligada ao mundo empresarial. Não obstante estuda Direito. Entra no mundo das empresas muito cedo, para criar uma empresa de raiz onde aplica conhecimento que “bebe” ao longo da vida com o pai.


João Paulo Sousa cresce numa família ligada ao meio empresarial. A juventude é igual a tantas outras. Não tem um sonho idealizado para uma profissão quando chegar a altura de trabalhar. Não constrói um projecto de vida em termos profissionais com muita antecedência.
Nos estudos, a inclinação pende mais para as letras. Por isso, o Direito começa a despertar interesse. Assim que acaba o liceu vai para Lisboa. Objectivo: cursar Direito. Ali fica até ao quinto ano.
O ano quente do 25 de Abril de 1974, e os anos que lhe sucedem com o PREC deixam marcas. João Paulo Sousa vê toda a movimentação sócio-económica desestabilizar
a sua vida na capital. Depressa sente necessidade de deixar a faculdade. E Lisboa. Hoje gosta da cidade, para estar de passagem. Diz que é dos últimos locais que escolheria para residir.

Transmadeira

Entretanto, surge um projecto de uma nova empresa na Madeira.
Ligada aos transportes, que são uma tradição familiar. Trata-se da criação de um transitário e agente de navegação. A empresa chama-se Transmadeira.
João Paulo Sousa deita mãos à obra juntamente com outros sócios. Sócios ligados ao ramo. No continente, precisam de alguém na Madeira que os represente.
João Paulo Sousa põe completamente de lado o curso de Direito.
Inicia um percurso empresarial, ao qual está ligado durante cerca de 10 anos. Alguns ensinamentos do curso acabam por ser úteis durante a vida empresarial. Daí não considerar perdido o tempo que passa na faculdade. São ensinamentos que também colhe ao longo da vida com o pai, um modelo para si. Aos poucos, o pai incute conhecimentos da vida empresarial. Ensina a forma de estar nos negócios, que lhe permitem considerar natural e sem sobressaltos a entrada no mundo dos negócios. O pai é uma referência.
Ao longo do seu percurso tenta desenvolver a actividade empresarial com os exemplos do pai, com máxima honestidade, empenhamento e ambição, imprescindível para ser empreendedor.

Mais empresas

Mais tarde, há cerca de seis anos, com o falecimento do pai, tem de envolver-se noutros ramos de actividade.
Negócios familiares que conhece apenas de forma superficial.
A partir dessa altura tem de dar novos passos e segurar as rédeas de funções que o pai deixa. A dado momento, vende a participação na Transmadeira. Adere a um novo projecto. De raiz. Na mesma área. A empresa chama-se Marfrete, à qual ainda continua ligado.
Hoje, além desta, está ligado à gestão e administração das empresas Sosousas e Unibasket. De forma indirecta também tem ligação à Corama. Não em termos de gestão.

ACIF-CCIM e Expomadeira

No decurso do trajecto, em 1997 é convidado por Anthony Miles para integrar a equipa directiva da Associação Comercial e Industrial do Funchal - Câmara de Comércio eIndústria da Madeira para o triénio seguinte. Ainda hesita, por coincidir com a fase de adaptação às responsabilidades que tem de assumir devido ao falecimento do pai. Mas aceita o desafio para ficar com a pasta do Comércio. Hoje, depois de cumprido o mandato, diz não se arrepender nada de ter tomado a decisão de trabalhar na instituição centenária. Um trabalho que deixa claro orgulhar-se muito. Tem a consciência que aceitou um desafio exigente e difícil. Mas, com a ajuda de toda a equipa directiva como de todos os quadros da ACIF considera ter feito um trabalho que se orgulha.
João Paulo Sousa considera que pelo facto de ser oriundo de uma família tradicionalmente ligada à vida empresarial, faz todo o sentido dar o seu contributo a uma instituição que prestigia a classe empresarial.
Logo de início, depois de tomar posse em finais de Agosto, apanha o desafio de montar a Expomadeira.
Já em Outubro. Nesse ano, é a segunda vez que a feira decorre no
CIFEC, no Madeira Tecnopolo.
Depois de um primeiro ano em que a expectativa está na imponência do edifício, tem a responsabilidade acrescida de manter a chama acesa. A decisão corre bem. E as seguintes também.

Trabalho em equipa

No trabalho procura ser organizado. Metódico e pontual, procura fazer um percurso similar diariamente. É um dos ensinamentos que obtém do pai. Gosta de deixar tempo para a família.
É adepto do trabalho em equipa tanto a nível empresarial como associativo, uma actividade à qual já não está ligado devido ao muito tempo que exige. Muitas vezes não conjugável com as exigências empresariais.

Virtudes do golfe

No domínio dos “hobbys”, tem alguns. Gosta do desporto. Joga golfe, mas também faz outras actividades, sobretudo as ligadas ao mar. Tenta fazer vários desportos.
Em relação ao golfe, uma das compensações que procura tirar partido tem a ver com a diversidade que os diferentes campos do mundo proporcionam. Isto para além do convívio que permite. Neste domínio tem o privilégio de cimentar grandes amizades na Madeira e no continente, sobretudo no norte do país.
Que não surgiriam sem o desporto dos tacos prateados.
Neste campo, deixa-o particularmente satisfeito o facto de, dentro de um ano e meio, poder jogar golfe no Porto Santo. Uma realidade que há alguns anos não acreditaria muito que se viesse a concretizar. Além de tudo, tem a preocupação de acompanhar o mais possível a carreira artística da mulher, a pintora Goreta. Incentiva-a, o mais que pode.
A nível de leituras, em matéria de livros não lê muito. Fá-lo mais quando está no Porto Santo, onde vai regularmente desde criança.
Vê muita televisão. Onde obtém uma vasta informação.

Viagens

Procura ler informação na área de economia da Região e do país.
Gosta de viajar. Mas não faz metade do que gostaria de realizar.
Muitas vezes fica na Madeira para estar junto da família.
Tem uma adoração particular pelo Porto Santo, não só pela praia como pelo convívio.
Também gosta especialmente da Escócia. Lá tem bons amigos e uma atmosfera única que lhe faz sentir bem.
No relacionamento com as novas tecnologias, concretamente a Internet e o correio electrónico, João Paulo Sousa está ciente do seu real valor. Mas não tem uma convivência muito estreita. Tal como não o tem com o computador.
Admite que venha a aprofundar mais conhecimentos nesse domínio.
Que ainda não lhe desperta muito interesse.

..

BI

Nome: João Paulo Luís de Sousa
Data de nascimento: 24-1-1955
Naturalidade: Sé, Funchal
Estado civil: Casado
Filhas: 2


2003-05-02
Share This

Sem comentários:

Enviar um comentário

Contactos

biografiasmadeira@gmail.com paulosilvacamcho@gmail.com